Pascal Bohlen

Sweet Dreams
Pascal Bohlen
Na instalação "Sweet Dreams" penetram-se como na realidade psicológica, o espaço imaginário e o real. No palco é celebrado um sacrifício que se transforma numa fantasia dominante. O que se celebra é o culto do produto. Freud chama anima de aparelho de produção de imagem. Mas sobre a realidade ou irreal idade dessa imagem não há critério de discernimento. O sonhador não só produz como também é a vítima de suas fantasias. Doce como bala, o sonhador está grudado em seus sonhos. N...

Eva Castiel


  • Realização: